segunda-feira, 22 de junho de 2009

PROJETO CANTIGAS E BRINCADEIRAS ANTIGAS




PROJETO CANTIGAS DE RODA E BRINCADEIRAS ANTIGAS.

Tema:
Justificativa:


Cantar é maravilhoso! "Quem canta seus males espanta". Todos gostam de brincadeiras. Essas cantigas são muito importantes, pois pertencem à tradição oral e são transmitidas de geração a geração. Entre na roda, na ciranda da brincadeira e divirta-se com a sua turma. Será super legal!


Objetivos:



Pesquisar sobre as diferentes cantigas de roda que existem.
Proporcionar a leitura das canções.
Ampliar o repertório musical e de outras brincadeiras de roda.
Resgatar as brincadeiras mais antigas.

Metodologia:


Recuperar com os pais, avós, amigos, vizinhos e em livros, cantigas de roda e as brindadeiras.
Trabalhar com o grupo de alunos as cantigas e as brincadeiras.
Analisar as cantigas de roda
Criar e inventar outras cantigas de roda e outras brincadeiras.


Produção Final:


Apresentação dos trabalhos e um musical.
Duração prevista 45 dias.
O que pode ser trabalhado com este projeto?



Atividades


“Ciranda, cirandinha, vamos todos...” É pena, mas, cada dia menos, as crianças conjugam, cantam e dançam o verbo cirandar – desta e de qualquer outra cantiga de roda.


A lista de motivos que distanciaram a cantiga e a roda das brincadeiras infantis é grande. Os edifícios e suas minúsculas áreas de lazer engoliram literalmente os quintais amplos nas grandes cidades, A insegurança afugentou das ruas as crianças, Ao mesmo tempo, com velocidade espantosa, a mídia transforma em modismo musical e comportamental a dança da garrafa e outras, que, no máximo, exigem da meninada capacidade de imitação.

Longe do círculo, das lendas e das cantigas de roda, os baixinhos deixam de ganhar uma grande contribuição para seu desenvolvimento social, cultural e emocional.
Ao longo da História, esse passatempo transmitiu histórias, lendas, cultura.

E consolidou o vínculo afetivo de muitas gerações, que se deram as mãos, cantaram e dançaram juntas, falando a mesma linguagem, apesar da mudança dos tempos. A cantiga e a roda sempre representaram uma das sólidas pontes entre as avós e seus netos, por exemplo.

Senhoras e crianças recitaram o mesmo verso, cada uma em seu tempo e, mais tarde, na mesma roda – cúmplices uma da outra. Brincando com símbolos, assumindo papéis diferentes na representação, ou simplesmente recitando um verso no centro da roda, os baixinhos “vestem” diferentes personalidades e experimentam distintas emoções – vivências que os ajudam a construir a própria identidade.

No vai-e-vem da roda, a criançada vai descobrindo a harmonia dos movimentos do próprio corpo e a musicalidade de sua voz.
Arcas encantadas. De mãos dadas no círculo, ou dentro dele, as crianças têm a oportunidade de exercitar sua desenvoltura, de compartilhar alegria, afeto e aprovação dos amiguinhos. Também têm a chance de se projetar no grupo.

Brincando, elas exercitam sua capacidade de socialização, habilidade necessária em qualquer ambiente que exija convivência e traquejo social. Ao longo da vida, a “roda” terá cenários bem mais amplos: a escola, o trabalho, a cidade, o país e a família que o adulto vier a formar.

E embora não seja o remédio para todos os males, as cantigas de roda podem até favorecer, nessa idade, a convivência dos clubes do bolinha e da luluzinha, sem maiores desavenças.
De verso em verso, as músicas e as danças também mantêm vivas a história e a cultura de um determinado país ou região.

É o que se vê, por exemplo, em o Peixe Vivo, canção que relata a lenda amazônica do boto, que seduzia as jovens solteiras dos povoados ribeirinhos.

Engana-se quem imaginar que as qualidades dessas ricas musiquinhas terminam por aí. Elas são fortes aliadas também na hora de ensinar a meninada a ler e a escrever. Os especialistas afirmam que a familiaridade com textos conhecidos e apreciados pelos baixinhos facilita a alfabetização.

Perceber que a combinação de determinadas letrinhas resulta em cada uma das palavras do refrão de uma cantiga conhecida é muito mais gostoso e interessante do que aprender a ler e escrever palavras isoladas. Isso, dizem esses profissionais, aumenta a capacidade de compreensão da criança que, assim, tem mais possibilidades de interpretar e conhecer o mundo em que vive.

As cantigas podem ser comparadas a baús que guardam diferentes tesouros. Por isso tem crescido o número de educadores e músicos que procuram recuperar a força e o brilho dessas arcas encantadas.
Todo mundo sabe que as crianças gostam mesmo é de brincar... Brincar é sua vida... sua expressão mais espontânea e original... sua atividade principal, sua atmosfera.

A brincadeira educa e deseduca, escraviza e liberta, os gestos, as atitudes de amizade, de partilha, de solidariedade,de serviço, de justiça, de atenção aos mais fracos, nas quais concretizam o Reino de Deus, o Mundo Novo; mas também é possível identificar as atitudes egoístas, gestos que revelam o espírito de ambição, de competição, atitudes de dominação, de idéias e expressões machistas, racistas, de marginalização, de exploração, de violência...

A Brincadeira é coisa séria mesmo, neste mundo de hoje, da tecnologia, da mídia, da cultura de massas, da massificação alienante do povo, resgatar as brincadeiras tradicionais, as antigas cantigas de rodas, os jogos tradicionais, as músicas do folclore infantil, os contos, que constituem as raízes de nossa identidade cultural...
Apreciar os gestos e atitudes que aí se dão... Ensinar para as crianças essas coisas, livrando-as da atenção exclusiva à televisão, aos programas que mutilam a sua mente e inculcam valores e práticas nocivos. A brincadeira, o jogo, a história, o conto, tornam-se assim instrumentos e subsídios no processo de conscientização e evangelização das crianças e dos adolescentes, sobre a realidade e o mundo a seu redor.

É o espelho da sociedade, dos valores e costumes, ajudando a enxergar a trama, o jogo de forças e interesses, e a perceber os desafios.
Mas é preciso educar o "olhar do acompanhante" a cada brincadeira, educar seu ouvido a cada cantiga, a cada história... Sensibilizá-lo para os elementos que cada coisa oferece para a reflexão. Criar a pedagogia e a didática da brincadeira, da cantiga, da historinha.

Não é só brincadeiraJogos infantis ajudam a desenvolver as habilidades nas crianças: Concentração


- brincadeiras de rorda

- corre-cutia


- mestre-mandou Coordenação motora

- amarelinha

- bolinhas de gude

- corda Equilíbrio

- bambolê

- corda

- corre-cutia

- toca-do-coelho

Linguagem e oralidade

- amarelinha

- cantigas de roda

- corda

- corre-cutia

- faz-de-conta

Noções de espaço e tempo

- amarelinha

- bolinhas de gude

- corda

- queimada

Raciocínio

- amarelinha

- bolinhas de gude

- corda

- queimada

Regras e limites

- amarelinha

- bolinhas de gude

- queimada

- toca-do-coelho


Socialização

- brincadeiras de roda

- corre-cutia

- faz-de-conta

- toca-do-coelho

Relação das atividades:


Música e brincadeira “ eu sou pobre pobre e eu sou rica rica de maré de ci.

Construção de um cata vento.

Canção “ciranda cirandinha” cantaremos e em seguida iremos brincar.
Jogo “formando os grupo
Brincadeira “lenço atrás”

Dobradura do barquinho de papel e a música o barquinho virou.

Fantoche de saco de papel

Dobradura do sapo e a música do sapo chulé
Mosaico com papeis picados, num desenho já construído “borboleta”.

37 comentários:

  1. Parabéns!!!adorei!!!bj!Conceição

    ResponderExcluir
  2. lindo amei e era tudo que precisavapara me inspirar por que trabalho com crianças carentes e estou sempre a procura de novidades.
    Parabéns pela iniciativa.
    Ps: gostei do comentario sobre o que vai acontecer daqui a cem anos!
    Se mais professores pensassem assim a educação do Brasil ia melhorar e muito!!!!!
    Beijux Gislaine (Formanda em Letras)

    ResponderExcluir
  3. LIANA DE VASCONCELOS5 de novembro de 2009 21:05

    GOSTEI MUITO DA MATÉIRA!!! ESTOU TRABALHANDO BRINCADEIRAS ANTIGAS COM MEUS ALUNOS, NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA.
    TRABALHO NA REDE MINICIPAL, EM ZONA RURAL, NA CIDADE DE UBERLANDIA/MG.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. Vera Lúcia Moreno Suarte25 de janeiro de 2010 15:30

    AMEI TODAS AS SUJESTÕES QUE LI,PARABÉNS POR CONTRUIR ESSE GRANDE SUPORTE PEDAGOGICO,TENHO CERTEZA QUE IREI TRABALHAR COM FACILIDADE.

    ResponderExcluir
  7. Olá meu nome é Valéria sou professora de história e sou a paixonada por memória e achei interessante seu projeto com as cntigas, já que quero usar essas cantigas e brincadeiras para resgatar as histórias de uma localidade, já que antes todos brincavam disso.
    Parabéns seu projeto é maravilhoso, sucesso!!!!

    ResponderExcluir
  8. Achei muito interessante,trabalho com Educação Infantil e adorei a idéia do resgate das cantigas e das brincadeiras antigas.

    ResponderExcluir
  9. Tb. acreditamos nisso, pois somos de um tempo que não havia preconceito contra o boi da cara preta, nem medo da cuca. Os adultos hoje conseguem incutir e dizer que tudo isso causa traumas. Aprendíamos com os mais velhos com a galinha do vizinho. Quem sabe se intensificarmos esse aprendizado e dizer que com a educação não formal tb. existe um enorme aprendizado. Abraços. Divino

    ResponderExcluir
  10. trabalho com crianças da pastora da criança e sou brinquedista e preciso muito de cantigas de roda para enterajir com eles obrigada por resgatar essa cultura que ta morrendo.

    ResponderExcluir
  11. OLÁ PROFESSORA ABENÇOADA,,,ACHEI MUITO LINDO TODO O PROJETO!!!DEUS TE ILUMINE E TE ABENÇÕE A CADA DIA MAISSSSSSSS

    ResponderExcluir
  12. adorei tenho9 anos e estava fazendo tarefa da escola e achei muitas obrigada sandra

    ResponderExcluir
  13. ainda não sou professora,estou apenas estagiando.conesei com grupo3,eles são muitos pequenos mas esta dando pra desenvolver.adorei a materia meu nome é Edileuza Soares moro em são lourenço da mata pernambuco.

    ResponderExcluir
  14. Olá professosa, sou estudante de educação infantil e estou fazendo um projeto em campo e pretendo trabalhar com as crianças cantigas e brincadeiras antigas.. adorei o seu blog, mas gostaria que me explicasse melhor como é essa brincadeira do lenço. Amei o seu projeto..Obrigada!

    ResponderExcluir
  15. Olá, vou iniciar um projeto sobre cantigas de roda. com certeza seu projeto vai me ajudar muito, pois ja me encheu de idéias.

    ResponderExcluir
  16. Olá, quero compartilhar com vocês o Almanaque de Brincadeiras e Dinâmicas. Eles contêm 1000 atividades recreativas, dentre brincadeiras de rua, brincadeiras infantis, brincadeiras antigas, brincadeiras folclóricas, brincadeiras para jovens, dinâmicas de grupo e tarefas de gincana para todas as idades e ocasiões. É um monumento da recreação e seu download é totalmente grátis. Vale a pena baixar, divulgar... e brincar!

    Por favor, acesse e divulgue: http://brincadeirasderua.zip.net

    ResponderExcluir
  17. BELO BLOG.Dê uma olhada no www.pt.netlog.com e veja em eliseuprince,e só buscar.Você constrói!!!Abraço!!!

    ResponderExcluir
  18. QUE LINDO AMEI ESTE PERFIL E SEU CONTEÚDO COMO UM TODO.
    Att:Elisângela

    ResponderExcluir
  19. Muito maravilhoso! amei o perfil o conteúdo é muito produtivo e vasto.Sucessos

    ResponderExcluir
  20. Que lindo! Se todos trabalhar dessa forma, na educaçao infantil Quando se tornarem adultos doriam mais valores na cultura que esta incerido

    ResponderExcluir
  21. PATRICIA

    Amei o que a senhora esta fazendo , maravilhoso continue sempre assim PARABENS, BEIJOS

    ResponderExcluir
  22. GOSTEI MUITO DE SUAS IDÉIAS, ESTOU INICIANDO COMO PEDAGOGA NA UFAL DE ALAGOAS, MUITO MARAVILHOSO, O SUE TRABALHO. QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO E DANDO MAIS INTELIGÊNCIA. AMEI DEMAIS!

    ResponderExcluir
  23. oi meu nome thais estou fazendo o curso do magisterio em curitibanos á noite. as bricandeiras ajuda as crianças na locomoção motora fina.

    ResponderExcluir
  24. Adorei uma maravilha parabens!!!
    Denise Veras

    ResponderExcluir
  25. Parabéns! Meus alunos irão adorar.
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  26. oba mais brincadeiras para eu ensinar as minhas primas

    ResponderExcluir
  27. adorei,eu tenho 8 anos e me chamo Ana Julia.Thau.

    ResponderExcluir
  28. gostei muito do seu blog,espero que não se importe de eu tirar algumas idéias e reformula-las do meu jeito de trabalho,sabemos que temos idéias sempre mais as vezes a correria do dia a dia nos faz meio sem expectativas de acertos portanto falando por mim estou sempre pesquisando para melhorar as minhas idéias, tenha uma boa tarde,e obrigado. Sueli C. Silva
    CEI Vila Santa Tereza- São Paulo

    ResponderExcluir
  29. Amei era td que precisava. Obrigada por acender uma luz.

    ResponderExcluir
  30. gostei de blogue,amei.obrigada

    ResponderExcluir
  31. amei tudo que eu presisava estava aqui tirei deiz no trabalho que eu fiz sobre cantigas de roda

    ResponderExcluir
  32. Janaina
    Adorei este trabalho ele reflete o amor que vc tem pelo que faz.parabéns!

    ResponderExcluir
  33. Maria da Penha 16 agosto de 2012

    GOSTEI MUINTO,POIS COMO SECRETARIA DE EVENTOS DA AMOSEDI
    NÃO SABERIA O QUE FAZER PARA O EVENTO DO DIA 12 DE
    OUTUBRO,DIA DAS CRIANÇAS.OBRIGADA POR ME DAR UMA LUZ.

    ResponderExcluir

VOU ADORAR LER SEU RECADINHO.